Conheça a história do Futebol de Volta Redonda

1642

O Futebol já era praticado antes da emancipação e na década de 20 existia um time de Futebol de Volta Redonda denominado “Voltarredondense”, que nos registros era o mais antigo encontrado até hoje, talvez era o primórdio do Futebol de Volta Redonda.

Nesta mesma época foi fundado por trabalhadores da Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) em agosto de 1944, o time de futebol Guarani Esporte Clube, que se tornou um dos clubes mais conhecidos e tradicionais do município.

A LDVR (Liga de Desportos de Volta Redonda), foi criada em julho de 1945, e era responsável por dirigir, difundir e incrementar os campeonatos amadores na cidade organizados pela CSN.

LDVR

O Palco do Futebol de Volta Redonda

No final da década de 40, o então presidente da CSN, o general Sylvio Raulino de Oliveira, financiou a construção de um estádio que abrigasse partidas de futebol da cidade.

Com utilização do aço da Siderúrgica na estrutura das pequenas arquibancadas, a obra que acabou batizada com o nome do seu idealizador.

Estádio Sylvio Raulino de Oliveira
Estádio Sylvio Raulino de Oliveira

Em 1976 a prefeitura, CSN e a Confederação Brasileira de Desportos (atual CBF), fizeram um acordo para a reforma do estádio, a fim de que abrigasse o novo time, o que viria a ser o Volta Redonda Futebol Clube. Com essa decisão a CSN vendeu para a Prefeitura de Volta Redonda o estádio General Silvio Raulino de Oliveira.

Membros da Diretoria recebendo o estádio da CSN , da esquerda pra direita: Victor Paulino, Ervi Michelstadler, Gilson Carraro, Renold Howard, Sebastião Souza e Silva e Jouvacy Neto

O Gasômetro Futebol Clube

O futebol de Volta Redonda possuía ligas amadoras que se enfrentavam entre si chanceladas pela LDVR, dentro destas ligas existiam uma série de times em sua maioria eram formados por operários da CSN.

O Gasômetro Futebol Clube era um deles, formado por operários da CSN que trabalhavam no setor do Gasômetro se destacou nestes campeonatos, vindo então o interesse de participar da liga profissional.

Õ nome Gasômetro Esporte Clube de uma certa forma desconhecida, não foi aceito pela LDVR, o que viria a ser o Guarani Futebol Clube.

O Guarani Futebol Clube

Em 1948, com a desistência da CSN de continuar colaborando financeiramente, somado ao afastamento de alguns diretores, o Guarani encerrou suas atividades.

Após três anos, Gilson Carraro, juntamente com Benevenuto dos Santos Neto, Sebastião Souza e Silva e Sebastião Rufino Koeler, iniciaram uma reestruturação no Guarani a fim de retornar a participar dos campeonatos municipais promovidos pela LDVR.

Ainda na década de 50, com Gilson Carraro, o Guarani conseguiu um feito histórico e conquistou o Tricampeonato Citadino dos anos de 1951, 1953 e 1955.

Guarani Futebol Clube

De 1955 até 1975, os únicos times profissionais da cidade eram o Flamenguinho (Flamengo de Volta Redonda), e o Guarani Esporte Clube.

Em 1975 também ocorreu a fusão dos estados do Rio de Janeiro e da Guanabara e, conseqüentemente, a fusão das federações dos dois estados com a criação da Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (FERJ).

O então presidente da Liga de Desportos de Volta Redonda, Getúlio Albuquerque Guimarães, iniciou então o projeto, juntamente com o presidente do Flamenguinho, Guanayr de Souza Horst, para criar um clube de futebol para representar a cidade neste novo Campeonato Estadual do Rio de Janeiro.

O Volta Redonda Futebol Clube

Após dias de discussão na sede da Federação, além de uma corrida contra o tempo para montar a estrutura necessária para a existência de um time de futebol profissional no município, nascia, em 9 de fevereiro de 1976, o Volta Redonda Futebol Clube.

Futebol de Volta Redonda

Como é descrito no Voltaçopédia, Nessa década, o Volta Redonda participou por três vezes da Série A do Campeonato Brasileiro, de 1976 a 1978. No último ano, obteve a melhor participação de sua história, terminando na 32.ª colocação entre 74 participantes.

Campeonato Carioca 1988: Botafogo 2 x 0 Volta Redonda

Conforme o site Voltaçopédia, na Série B de 1982, o clube aplicou a maior goleada da história da competição até então: 8 a 0 contra o Operário-MT. A marca só foi superada 24 anos depois, pelo Paulista, que derrotou o Paysandu por 9 a 0 em 2006.

Futebol de Volta Redonda

Volta Redonda, conhecido como Voltaço, foi campeão da Copa Rio de 1994, 1995, 1999 e 2007, Taça Guanabara 2005, Taça Rio 2016, Campeonato carioca da Série B em 1987, 1990 e 2004, e Campeonato Brasileiro de Futebol da Serie D em 2016.

Você possui mais histórias e imagens sobre o Futebol de Volta Redonda? Deixa nos comentários ou envie para nosso contato

Comentários do Facebook